Ensino e Pesquisa

Ensino e Pesquisa

A pesquisa e o ensino são as dimensões que diferenciam o Território Escola Manguinhos. Este, em sua proposição de origem, nasce como ESCOLA, conformando, assim, um compromisso frente à sociedade: mostrar que esse diferencial é o caminho para a transformação de práticas do setor de saúde e de produção de políticas públicas. Nesse sentido, os processos educativos e formativos devem estar orientados por um projeto político-pedagógico para a formação humana, para a emancipação e a cidadania.

Compreende-se o território como espaço dinâmico de aprendizagem, de pesquisa, de intervenção, de monitoramento e de avaliação das ações intersetoriais articuladas na gestão dos cuidados individuais, familiares e coletivos, possibilitando conhecimento e intervenção no meio. São princípios norteadores:

- Compreensão do SUS como instância formadora e espaço de experimentação de tecnologias em saúde.
- Promoção das potencialidades educativas no território, com formação de uma comunidade de interesses em torno da educação, da saúde, do meio ambiente e da vida.
- Formação e Educação Permanente em Saúde para os trabalhadores do território, considerando o papel educativo e articulador do agente comunitário de saúde.
- Produção e gestão de conhecimentos científicos e tecnológicos, com envolvimento de alunos pesquisadores e moradores que formam uma comunidade de aprendizagem e pesquisa.
- Fortalecimento das redes de cooperação interna entre as unidades de ensino, pesquisa e atenção da Fundação Oswaldo Cruz e universidades, como a Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) e Universidade Federal de Campinas (UNICAMP)
- Construção de parcerias, que envolvem escolas, famílias, poder público, universidades, organizações sociais, associações de bairro e de indivíduos capazes de administrar as potencialidades educativas da comunidade e dos profissionais.