Rede PDTSP-Teias

Rede PDTSP-Teias
Programa de Desenvolvimento e Inovação Tecnológica em Saúde Pública

A Rede PDTSP-Teias teve início formal em junho de 2010, organizada em dois eixos principais: a sub-rede Modelo de Gestão e a sub-rede Abordagem Ecossistêmica em Saúde. Tem o objetivo de desenvolver e avaliar experiências que constituam um modelo de gestão de território integrado de atenção à saúde em Manguinhos, um conjunto de experiências validadas que possa ser utilizado por gestores na implantação de outros Teias ou Redes Integradas de Atenção à Saúde, utilizando a metodologia de Abordagem Ecossistêmica da Saúde.

O diferencial desta experiência é que ela articula de forma cooperativa pesquisadores de vários institutos da Fiocruz, possibilitando a integração das propostas de trabalho, a institucionalização das atividades e dos produtos, que deixam de ser individuais e passam a ser coletivos e elaborados em nome de uma ou mais unidades da Fiocruz. Há transparência e publicidade no processo de elaboração, da metodologia e dos resultados. É um esforço coletivo que visa soluções para os problemas no atendimento às necessidades de saúde da população.

Mais informações:

http://www.castelo.fiocruz.br/vpplr/pdtsp.php

O Curso de Noções de Epidemiologia, foi uma atividade desenvolvida pela Equipe da Pesquisa Condições de Vida e Acesso a Saúde da População de Manguinhos, coordenada pela pesquisadora Marília Sá Carvalho, participante da Rede PDTSP Teias. Este curso teve como objetivo esclarecer os entrevistadores e demais interessados sobre os principais conceitos necessários para elaboração e/ou compreensão do diagnóstico de saúde da região de Manguinhos. As aulas focaram a história da formação do Complexo de Manguinhos; os princípios e diretrizes gerais do SUS e as atribuições da ESF, correlacionando-os com os elementos da epidemiologia e como são trabalhadas as informações geradas no Sistemas de Informação em Saúde do SUS. Também foram abordados o ensino das principais medidas que avaliam o adoecimento e a morte das populações e como as informações geradas em pesquisas podem auxiliar na eleição de problemas prioritários em saúde e no planejamento de medidas de prevenção e intervenção em doenças. Foram ministradas aulas práticas com os dados coletados pelos próprios entrevistadores, durante a vigência de campo do Inquérito

Rede PDTSP-Teias