Samba para Promover Saúde

Projeto Cais - Roda de Conversa sobre Samba e Saúde
quarta-feira, 10 Abril, 2013
Roda de Conversa do Projeto Cais

O Teias participou da Roda de Conversa Samba como Estratégia para a Promoção da Saúde, organizada pelo projeto Cais, na Biblioteca Parque de Manguinhos. O encontro contou com a participação dos sambistas de Benfica, Virgílio dos Santos, e do Jacarezinho, Leandro Partideiro, além de moradores de Manguinhos e adjacências.

O projeto Cais é realizado pelo Laboratório de Informação Científica e Tecnológica em Saúde, do Instituto de Comunicação e Informação Científica e Tecnológica em Saúde(LICTS/ICICT) de Manguinhos. “O seu objetivo é pensar como arte e cultura de território podem ajudar a promover protagonismo dos residentes no território para um engajamento comunitário em relação a questões sobre cultura e qualidade de vida, por meio de atividades que combinem conteúdos de informação em saúde, ambiente, habitação, cidadania, ciência e tecnologia”, disse Leonardo Melo, coordenador do trabalho de campo.

A Roda de Conversa do Cais que acontece de 15 em 15 dias, na Biblioteca de Manguinhos, já tratou de vários temas e sempre trouxe convidados especiais como o Rap da Saúde que utiliza deste Ritmo e Poesia para informar e discutir com adolescentes e jovens sobre DSTs, Aids, violência contra a mulher e outros assuntos na Rocinha, no Complexo do Alemão e em mais 55 comunidades.

Para Leonardo, o samba como identidade cultural do território é potente para a realização de ações de promoção de qualidade de vida. Virgilio, morador do Conjunto dos Ex-combatentes, sambista, cavaquinista, que participa do CIAB (Coletivo de Artistas da Grande Benfica) tem uma forte atuação em Manguinhos. Além de conhecer a história deste lugar, conhece também a história dos sambistas de outrora desta região. Leandro também cantou um samba que fala dos tempos idos de Jacarezinho, de autoria de um antigo morador do bairro. E foi cantando e conversando que descobrimos as histórias dos bondes, dos nomes das ruas, das pessoas de Manguinhos e Jacarezinho.