Aula inaugural da Fiocruz aborda desigualdade e saúde

Aula inaugural da Fiocruz aborda desigualdade e saúde
A Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) promoveu na quarta-feira (16/3) a abertura do ano letivo da instituição. Com o tema Desigualdade, Saúde e Projeto Nacional, a aula inaugural foi ministrada pelo pesquisador do Instituto de Economia da Universidade Estadual de Campinas (IE/Unicamp) Eduardo Fagnani.

Annalu Pinto da Silva.

Aula inaugural da Fiocruz aborda desigualdade e saúde

A Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) promoveu na quarta-feira (16/3) a abertura do ano letivo da instituição. Com o tema Desigualdade, Saúde e Projeto Nacional, a aula inaugural foi ministrada pelo pesquisador do Instituto de Economia da Universidade Estadual de Campinas (IE/Unicamp) Eduardo Fagnani, coordenador da rede Plataforma Política Social – Agenda para o Desenvolvimento. O evento foi realizado às 9h30, no Auditório do Museu da Vida, no campus da Fiocruz em Manguinhos, no Rio de Janeiro.

Segundo a vice-presidente de Ensino, Informação e Comunicação, Nísia Trindade Lima, o tema da aula reforça o papel político e o debate acadêmico na Fundação. “O professor Eduardo Fagnani traz uma grande contribuição ao associar o problema da desigualdade com a efetivação da democracia. O tema de sua palestra está presente também em outras aulas inaugurais da Fundação que teremos na abertura deste ano letivo”, destaca Nísia.

A coordenadora-geral de pós-graduação, Cristina Guilam, ressalta que a questão das desigualdades é muito cara para as pesquisas da Fiocruz, e se encaixa em uma das missões da instituição. “Há uma preocupação em saber como essas desigualdades se refletem do ponto de vista do adoecimento, das ações de ensino e possibilidades de pesquisa”, afirma Cristina.

Fonte: Philippe Matta (VPEIC/Fiocruz)